Alysson Paulinelli tem seu trabalho para transformar o cerrado numa das maiores áreas agrícolas do mundo indicado por brasileiros ao conselho norueguês

 Depois de liderar na década de 70 o salto científico e tecnológico que colocou a agricultura tropical – particularmente o então inexplorado bioma do Cerrado brasileiro – no centro da produção de alimentos do planeta; aos 84 anos, Alysson Paulinelli, – também responsável naquela mesma época por lançar o embrião da produção cafeeira em Minas Gerais – comanda um novo ato.

Por meio do Projeto Biomas Tropicais em curso, projeta um modelo, – no qual, muito antes da produção agrícola, a ciência comanda o mapeamento dos biomas, desenvolve soluções tecnológicas adequadas, que podem ser replicadas para ampliar a produção sem desmatamento, emitindo menos gases de efeito estufa e também com inclusão social, garante Paulinelli.


Texto: Correio Braziliense

Matérias Relacionadas

0 comentários