quinta-feira, 25 de janeiro de 2018



O público da capital conheceu, em primeira mão, as novidades que aguardam a 14ª edição da Bahia Farm Show, que acontecerá daqui a seis meses, em Luís Eduardo Magalhães. Foi em Salvador que a maior feira de tecnologia agrícola e de negócios do Norte e Nordeste e a segunda do País foi oficialmente lançada, durante a Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro).

Em uma cerimônia que reuniu autoridades, expositores, produtores rurais, representantes do governo e de instituições financeiras, o público da capital pôde conhecer mais sobre o evento que acontecerá entre os dias 29 de maio a 02 junho de 2018.

De acordo com a coordenadora da Bahia Farm Show, Rosi Cerrato, as expectativas para a próxima edição são as melhores possíveis, visto que a Feira tem um histórico de crescimento ano após ano. “Nossa feira, que já tem destaque no cenário regional e nacional, agora está tomando proporções internacionais. No ano passado já tivemos alguns expositores estrangeiros, que nos procuraram em função da credibilidade da nossa marca. Agora, formos surpreendidos pelo grato convite, oriundo do governo, para levarmos à Bahia Farm Show o salão de consulados, tendo representações de vários países. Isso, sem dúvida, agrega valor ao nosso evento”, anunciou.


Nas duas últimas edições, a Bahia Farm Show superou a marca de R$ 1 bilhão de reais em volume de negócios. A expectativa é manter as cifras no próximo ano, a fim de continuar figurando entre os três maiores eventos do setor no País.

Para o presidente da Aiba e da Bahia Farm Show, Celestino Zanella, os números alcançados refletem a força do agronegócio do oeste da Bahia. Além do montante faturado, o evento registrou a presença de mais de 63 mil visitantes durante os cinco dias. Dezenas de palestras, workshops, debates e fóruns integraram a palestra de programação e enriqueceram os participantes.

“A nossa feira tem para a nossa região a mesma importância que a Fenagro tem para Salvador. E a intenção é que levemos para lá algo tão grandioso em termo de pecuária como o que vimos aqui, pois a integração entre a agricultura e a pecuária é uma tendência mundial. Tudo é agro. É uma feira de conhecimento, de encontros e, claro, de bons negócios para o agricultor”, comentou o presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e da Bahia Farm Show, Celestino Zanella.


Segundo ele, a seis meses do evento, a organização já contabiliza quase 70% dos espaços ocupados na área do parque e 100% no galpão coberto. Para 2018, são esperados mais de 200 expositores e 700 linhas de produtos e serviços expostos, levando soluções e tecnologias para o pequeno, médio e grande produtor. “A agricultura não é uma questão de tamanho e sim de escala. Não importa o tamanho da área plantada, mas a qualidade dos produtos. E é lá na feira que os produtores vão buscar os subsídios que garantem essa qualidade”, pontuou, se referindo a sementes, fertilizantes, equipamentos, softwares, maquinários, veículos e os demais insumos necessários.

Entre os expositores estão seis instituições financeiras que levarão linhas de financiamentos atrativas e taxas reduzidas para o produtor rural continuar fazendo bons negócios.


O secretário de Agricultura do Estado, Vitor Bonfim, destacou a importância do agronegócio para a economia nacional. “É o segmento que mantém a nossa balança positiva. Realizar uma Feira desse porte em uma cidade do interior baiano é muito interessante, pois gera emprego direto e indireto, além de trazer ao produtor rural tudo que ele precisa. Antes da Bahia Farm Show os agricultores precisavam ir a outros estados e até outros países para conhecer as tecnologias mais modernas aplicadas no campo. Agora, elas vão até eles”, pontuou.

A Bahia Farm Show é organizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), com o apoio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Fundação Bahia, Associação dos Revendedores de Máquinas e Equipamentos Agrícolas do Oeste da Bahia Ltda. (Assomiba) e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.

Fonte: Ascom Aiba Fotos: Heckel Junior/Ascom Seagri

BAHIA FARM SHOW 2018 É OFICIALMENTE LANÇADA EM SALVADOR

segunda-feira, 29 de maio de 2017



Com o tema “O Potencial Hídrico do Oeste da Bahia”, o Fórum do Canal Rural abre os debates e eventos técnicos da Bahia Farm Show 2017, na terça-feira (30), dia do início da feira. Para conduzir as discussões, foi escalado um time de grandes nomes, com representantes do agronegócio e de órgãos ambientais, além de acadêmicos e pesquisadores do tema.

Transmitido ao vivo, das 14h às 16h, o fórum contará com a participação do produtor rural, irrigante e presidente da Aiba, Celestino Zanella; do secretário estadual de Meio Ambiente, José Geraldo dos Reis Santos; do secretário estadual de Agricultura, Vitor Bonfim; do professor da UFV, pós-doutor em recursos hídricos, Fernando Pruski; e dos presidentes da Abapa e da Fundação Bahia, Júlio Cezar Busato e Ademar Marçal, respectivamente.

O tema em pauta vem em um momento bastante oportuno. “Estivemos, em abril passado, nos Estados Unidos, para visitar o Water for Food Global Institute (Instituto Global Água para Alimentos), a fim de firmar uma parceria com estudiosos da Nebraska Innovation Campus – Lincoln – USA, que pretendem desenvolver uma pesquisa científica sobre o potencial hídrico do oeste baiano”, destaca o presidente da Aiba, Celestino Zanella.


Segundo ele, o objetivo da parceira é viabilizar o estudo e monitoramento do Aquífero Urucuia, a fim de quantificar a disponibilidade de água e a sua importância para o abastecimento de rios, inclusive em outras regiões do País. A ideia é garantir a segurança hídrica para manter a irrigação voltada para produção de alimentos.

Agora, o tema ganha espaço também no ambiente da Feira, com o Fórum do Canal Rural, considerado um espaço aberto ao diálogo e a troca de sugestões, orientações e ideias que fazem parte do dia a dia do produtor. O evento é uma realização do Canal Rural e da Associação de Produtores e Irrigantes da Bahia – Aiba. No decorrer do programa, presentes e telespectadores de qualquer parte poderão tirar dúvidas e esclarecer questões relativas aos assuntos que são focos das discussões, enviando perguntas pelo WhatsApp do Canal Rural pelo número (11) 9824-0011 ou, por intervenções presenciais.

O Fórum será transmitido, ao vivo, pelo Canal Rural a partir das 14h, nos canais NET 185, SKY 159, CLARO 185, OITV 179, além das parabólicas digitais e analógicas. A apresentação será da jornalista Pryscilla Paiva.

Fonte: Araticum

POTENCIAL HÍDRICO DO OESTE DA BAHIA SERÁ TEMA DE FÓRUM DURANTE A BAHIA FARM SHOW


Evento será em complexo na cidade de Luís Eduardo Magalhães. Este ano houve um incremento de 15% na procura de novos expositores.


Última edição do Bahia Farm Show movimentou mais de R$ 1 bilhão (Foto: Divulgação)

A 13ª edição da Bahia Farm Show, acontece entre os dias 30 de maio e 3 de junho, em Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia. De acordo com a organização, a perspectiva é de bons resultados porque, há dois meses para a realização do evento, 90% dos espaços já estão reservados por expositores. Este ano houve um incremento de 15% na procura de novos expositores.

Ainda conforme a organização, as chuvas bem distribuídas na região de Matopiba prometem uma boa safra para os agricultores. Assim, o resultado da colheita farta será refletida diretamente nos números finais da Feira, com a expectativa de fechar bons negócios.

A última edição da Bahia Farm Show movimentou R$ 1,014 bilhão, reunindo cerca de 200 expositores de maquinários, software, veículos, sementes, defensivos e insumos agrícolas. Ao todo, cerca de 600 marcas foram expostas, atraindo um público de mais de 60 mil visitantes ao longo de cinco dias de Feira.

A feira também terá participação de agentes financeiros públicos e privados, com opções em financiamentos e linhas de crédito específicas para o setor agropecuário, taxas de juros convidativas, além de condições elásticas e facilitadas de pagamento.

A Bahia Farm Show é organizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba).

SERVIÇO

Data: 30 de maio a 03 de junho de 2017
Horário de funcionamento: 9h às 19h
Local: Complexo Bahia Farm Show: BA 020/242, km 535 - Luís Eduardo Magalhães – Bahia

Fonte: G1 BA

Bahia Farm Show acontece de 30 de maio a 3 de junho no oeste da Bahia

quarta-feira, 24 de maio de 2017



24 de Maio - Dia do Calcário Agrícola

quinta-feira, 27 de outubro de 2016


Mais de 400 produtores foram prejudicados, principalmente as propriedades estabelecidas na região que compreende o extremo oeste baiano 

O longo período sem chuvas na Bahia provocou uma seca severa, que atingiu 177 mil hectares e prejudicou produtores rurais de todo o estado. As lavouras mais afetadas foram as de soja, milho, algodão e café.

Segundo o GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE, que detém 70% do mercado de seguros rurais do país, mais de 400 produtores foram prejudicados, principalmente as propriedades estabelecidas na região que compreende o extremo oeste baiano (Baianópolis, Barreiras, Correntina, Cotegipe, Formosa do Rio Preto, Jaborandi, Luis Eduardo Magalhães, Riacho das Neves, Santa Rita de Cassia e São Desiderio).

Para reparar as perdas dos agricultores, foram pagos aproximadamente R$ 118 milhões em indenizações, englobando uma área de 117 mil hectares. O valor é o maior já pago pela seguradora em cinco anos de operação. Wady Cury, diretor geral de Habitacional e Rural da seguradora, conta que a seca afetou todas as etapas de desenvolvimento da planta, desde a fase inicial até o enchimento dos grãos, comprometendo todo o processo de produção.

“Mais de 50% dos produtores que contrataram o seguro agrícola no estado registraram perdas em suas plantações por motivo de seca, muito severa este ano”, explica.

Fonte: Sindsegsp

Seguro agrícola indeniza produtores rurais na Bahia

quarta-feira, 15 de junho de 2016



Nesta terça-feira, 14, foi a inauguração oficial das novas instalações da Federação das Indústrias do Estado da Bahia – Fieb – em Barreiras. O presidente Fieb, Ricardo Alban, e empresários locais estiveram presentes na solenidade da entrega das unidades integradas Sesi, Senai e IEL.

Com as novas instalações, o Sistema Fieb ampliará seus serviços no oeste baiano para beneficiar um número maior de indústrias e atender a população em geral. Serão oferecidos serviços nas áreas de educação, estágio, qualificação profissional, apoio nas áreas de gestão e de segurança no trabalho.


“O processo de industrialização aqui na região ainda é carente, principalmente pela falta de infraestrutura. Estamos trabalhando institucionalmente para buscar soluções para a sensibilização do governo, estamos tentando fazer a nossa parte trazendo profissionais capacitados. Precisamos suprir esse atraso de anos e vamos fazer isso com foco e tecnologia, sempre em parcerias”, disse Ricardo Alban.


A construção das instalações só foi possível graças a parcerias, em especial com a da família de Antônio Balbino, que dá nome ao complexo. “Estamos trabalhando com autoria de várias mãos. Se podemos trabalhar para melhorar nossa região, não podemos medir esforços. Vale destacar a ajuda do comerciante Carlos Costa, que não fez tudo para que o Senac viesse para Barreiras e assim, participasse do comércio. Nós só vamos conseguir crescer, quando a indústria, do tamanho do nosso agronegócio, estiver instalada no oeste da Bahia. Precisamos da indústria para agregar valores as nossas questões agrícolas”, declarou Antônio Balbino de Carvalho Neto.


A Unidade Integrada Antônio Balbino de Carvalho Filho tem uma área com pouco mais de 5 mil m² e foi construída com o investimento de R$ 14,8 milhões. A escola do Sesi Ignez Pitta de Almeida conta com 7 salas de aula, 2 laboratórios e área de saúde médico odontológica. Já o edifício do Senai Sérgio Pedreira de Oliveira Souza do Sesi possui 7 salas de aula, 2 laboratórios e oficinas de práticas profissionais.


O diretor regional Senai/BA, Luís Breda Mascarenhas, falou que o Sistema Fieb está preparado para suprir as necessidades do Oeste. “Estamos trazendo para Barreiras cursos profissionalizantes, curso de aperfeiçoamento, de qualificação e cursos técnicos que trazem uma robustez para esses profissionais que vão chegar ao mercado de trabalhos bem preparados para trabalhar de forma eficiente, reduzindo custos e melhorando os resultados e aumentando a competitividade na indústria”, afirmou ele.

As instalações de ambas as unidades da Fieb atendem aos mais modernos requisitos ambientais e de responsabilidade social, com reuso de águas e acessibilidade a portadores de necessidades, com rampas e sanitários especiais.

Fonte Araticum Assessoria

Sistema FIEB inaugura instalações em Barreiras

sexta-feira, 27 de maio de 2016


A feira que não para de surpreender, mais uma vez superou as expectativas. No terceiro dia da Bahia Farm Show, passaram pelo parque 19.113 visitantes que conheceram o que há de mais moderno em tecnologia agrícola, fizeram bons negócios e participaram de palestras, debates, workshops e fóruns.

O número de visitantes é recorde nos 12 anos de existência da Bahia Farm Show. Nunca, em um único dia, a Feira recebeu tanta gente. Isso mostra que, apesar da crise, o agricultor continua acreditando no que faz e não para de buscar informação e novas tecnologias para continuar a produzir.

A Bahia Farm Show acontece no município de Luís Eduardo Magalhães e vai até o dia 28 de maio. A Feira é realizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Instituto Aiba e Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), com o patrocínio do Banco do Brasil, Bradesco, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Coelba, Desenbahia, Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, Santander, Senar/Faeb, Governo do Estado da Bahia e Governo Federal.

Fonte: Ascom Bahia Farm Show

Mais uma vez a Bahia Farm Show bate recorde de público